quarta-feira, 14 de novembro de 2007

Monalisa Rubra

Do poeta Nelson Burd

Delicadeza nos traços;
Mistério no sorriso;
Monalisa Rubra;
Meiguice no olhar;
Jeito leve de ser;
Pseudo-tristeza que atrai o sofrimento;
Alegria de viver;
Tragi-comédia amorosa em pessoa;
Intensidade perigosa;
Alguém especial.


Lindo demais!

7 Participações especiais:

Carlos Mota disse...

A musa realmente merece os devaneios no Nelson. O poeta nasce poeta e morre no sonho.

Tiago Paixão disse...

um grande amigo, fazendo um grande Poema para uma grande amiga... me atrevo a dizer que desse mato sai cachorro

nelson disse...

mota e bruxo, valeu pelas palavras. a verdade eh que o texto vem a cabeca e na hora exata, tem de ir para o papel. caso contrario, esqueco e ai nao tem mais como lembrar. assim eh.

Deisinha Rocha disse...

interessante, é como se cada verso se referisse a uma música ou sei lá o q diferentes... mas... é a monalisa rubra...

Dr. Ricardão disse...

ADorei o blog e o conte�do. "Algu�m especial."
Parab�ns! Beijos do Doutor =)

A Menina Ruiva disse...

Se esses poetas cotinuarem assim, vou acabar ficando boba...
^^,

Esse poeta é especial: ele também é ruivo. =)

Sol Videira disse...

Linda poesia... Também sou ruiva e me sinto também homenageada.

Abraço

Sol Videira